As maiores reclamações sobre o coaching profissional, e o motivo pelo qual elas não fazem sentido



Coaching Profissional – Se você procurar no Google o termo “reclamações de coaching” irá se deparar com diversas postagens no Reclame Aqui de pessoas que fizeram formação em Coaching e se sentiram insatisfeitas com a aprendizagem. E eu preciso ser sincera com você, isso acontece porque o Coaching virou uma modinha!

Difícil de acreditar, não?

Com o boom que houve no mercado nos últimos anos, diversas empresas aproveitaram a situação e criaram cursos de Coaching, onde há promessas do tipo “mude a sua vida em 6 dias”. A questão é que para quem quer realmente atuar como um profissional de Coaching, não consegue ter uma base pedagógica e de prática em apenas 1 ou 2 finais de semanas. No mínimo precisamos ter alguns meses de estudos.

Então porque tantas dessas escolas possuem depoimentos “maravilhosos” sobre clientes que estão satisfeitos? Tudo depende do que você está procurando. Se você apenas quer ter uma base do que é o Coaching ou vivenciar a experiência de passar um processo de Coaching, esses cursos de finais de semana podem realmente se tornar satisfatórios para você.

Mas, se a sua expectativa é oferecer um Coaching Profissional para os seus clientes e trabalhar dentro dessa área, você pode estar indo pelo caminho errado.

Sendo assim, vamos conversar sobre as maiores reclamações com relação ao Coaching Profissional que tenho encontrado pela internet e ao falar com pessoas, e o motivo de algumas delas não fazerem sentido (para você que quer atuar com o Coaching Profissional).

Conteúdo Programático de um Coaching Profissional

Ao pesquisar escolas que oferecem a formação em Coaching, para que você faça dessa metodologia a sua carreira, você precisa estar atento(a) ao conteúdo programático do curso. Será com base nesse conteúdo programático que você irá verificar se realmente a escola oferecerá o que você espera.

Além disso, também é necessário entrar em contato com as escolas que estão sendo analisadas, e solicitar um detalhamento desse conteúdo. O que você irá aprender em cada etapa do curso? A abordagem pedagógica realmente está alinhada com as suas expectativas? Você se imagina trabalhando nos próximos 5 anos com esse tipo de conteúdo?

Faça uma pesquisa aprofundada sobre o que será aprendido.

Outro fator importante aqui é tentar entrar em contato com outros alunos(as) que já fizeram a certificação que você está interessado e verificar se realmente tal conteúdo é ensinado durante as aulas. Busque também referências sobre a escola em sites como o “Reclame Aqui” e veja quantas reclamações (se houver) são referentes ao conteúdo programático.

Treinamento das técnicas de um Coaching Profissional

Podemos dizer que talvez essa parte seja o núcleo da sua formação. Frequentando eventos que são voltados para o público que trabalha com o Coaching Profissional, percebo que muitas pessoas acabam fazendo duas ou três formações antes de começar a atuar como Coaches.

Isso ocorre porque ao finalizar o curso, a pessoa não tem segurança em começar a desenvolver um processo de Coaching, pois não teve um forte treinamento das técnicas que devem ser aplicadas.

E diante dessa situação, tenho algumas recomendações:

  • Verifique o número de horas de treinamento que a escola oferece para a prática das técnicas que são desenvolvidas dentro de um processo de Coaching.
  • Confirme a quantidade de alunos que a escola aceita em cada turma. Imagine você, tentando praticar uma sessão de Coaching dentro de uma sala onde tenha mais 100 pessoas falando e tentando fazer o mesmo processo ao mesmo tempo.
  • Busque informações sobre o número de horas que são dedicadas para supervisão da sua atuação e o número de horas que será dedicado a sua mentoria.

Essas informações são de extrema importância para que você de fato entenda como será o seu aprendizado. Se você realmente quer atuar no mercado como um Coaching Profissional, encontre escolas que ofereçam treinamento prático das técnicas, supervisões e mentorias. Esse é um dos princípios básicos que a ICF (International Coach Federation) exige para que uma escola tenha seu curso reconhecido pela instituição.

fale_consultor

DESEJA SABER MAIS SOBRE O COACHING EM RESILIÊNCIA?

Entramos em contato com você!

Número de alunos

Outro fator muito importante e que deve ser levado em consideração quando você está buscando a sua formação em Coaching. Como dito acima, o número de alunos(as) presentes em sala de aula interfere e muito na sua aprendizagem. Algumas escolas aceitam cerca de 100 alunos em uma mesma turma, e dessa forma os treinadores/professores não conseguem dar atenção dedicada a cada aluno(a), tirando as suas dúvidas e criando uma discussão sobre os temas que são abordados.

Aqui na escola de Coaching em Resiliência, por exemplo, temos uma regra muito forte com relação a essa questão do número de alunos. Para o nosso curso de especialização apenas 10 alunos são aceitos por turma, e para o curso à distância, apenas 12 são aceitos por turma.

Dessa forma, conseguimos administrar e dar a devida atenção a todos, buscando sanar as dúvidas de cada um, criando debates sobre o que é levantado e até mesmo criando dinâmicas específicas para que a turma tenha o melhor aprendizado.

Debates

Já pensou em começar a estudar um tema com o qual você nunca teve contato antes e no meio da aula você tem uma dúvida e as respostas não são debatidas entre professor(a) e aluno(a)?

Essa é outra parte importante ao escolher a sua formação em Coaching. Busque conversar com ex-alunos sobre a forma como os debates ocorrem dentro da sala de aula. Outro fator importante é buscar referências sobre o seu treinador(a).

Ele(a) possui um conhecimento específico dentro da metodologia que será aplicada? Ele(a) possui uma forte presença dentro do âmbito acadêmico com pesquisas que estejam relacionadas aos temas que são abordados dentro da formação e tem forte embasamento para debater sobre as dúvidas que são trazidas?

Tenha cuidado ao escolher o seu trainer, vá atrás de referências sobre a pessoa e verifique qual a sua contribuição tanto no mercado profissional quanto no mundo acadêmico.

coaching profissional

Experiência do trainer/professor(a)

Essa parte é um pouco mais díficil de explicar e eu vou te dizer o porquê.

Como foi citado anteriormente, há uma instituição chamada ICF (International Coach Federation). Essa instituição é global e a sua intenção é regulamentar a profissão do Coach no mundo.

Para isso, eles fornecem algumas credenciais em níveis diferentes. Para conseguir tal credencial, o Coach (profissional do Coaching) necessita comprovar alguns requisitos, como:

  • Credencial Coach Certificado e Associado (ACC): O profissional necessita ter 100 horas de experiência atuando como Coach e no mínimo 60 horas de estudos na metodologia do Coaching.
  • Credencial Coach Certificado Profissional (PCC): O profissional necessita ter 500 horas de experiência atuando como Coach e no mínimo 125 horas de estudos na metodologia do Coaching.
  • Credencial Coach Certificado Master (MCC): O profissional necessita ter 2.500 horas de experiência atuando como Coach e no mínimo 200 horas de estudos na metodologia do Coaching.

Para você ter uma ideia, apenas 5 profissionais do Coaching no Brasil possuem a credencial MCC. Somente 71 profissionais no Brasil possuem a certificação de PCC. A lista completa você pode conferir no próprio site da ICF.

Ao escolher a sua formação em Coaching, verifique se o(a) trainer está presente nesta lista da ICF. Posso garantir que se estiver, você terá um grande diferencial em sua formação, pois será um(a) Coach que irá agir de acordo com as diretrizes da ICF.

Aqui em nossa escola de Coaching em Resiliência, o trainer George Barbosa possui a credencial PCC e está constantemente buscando se especializar cada vez mais para atualizar a sua credencial para MCC.

Relatórios das sessões realizadas

Outra reclamação comum é a questão de receber feedbacks e relatórios sobre as sessão que são realizadas no momento de prática. Esses relatórios são de extrema importância, pois o(a) aluno(a) terá um feedback detalhado e por escrito sobre o seu rendimento.

Pontos importantes que devem ser considerados nesses relatórios:

  • Reconhecimento pelos momentos de boa atuação
  • Indicações de melhorias na atuação em uma sessão de Coaching
  • Apontamentos das competências essenciais que devem ser desenvolvidas
  • Apontamentos referente a conduta ética

Novamente, busque ex-alunos para verificar se a escola que você está buscando oferece esse tipo de relatório com relação as suas práticas.

Formação que possua um diferencial no mercado

Você sabe que existem várias formações e certificações em Coaching Profissional no mercado. E qual é a especialização que você busca dentro dessa formação?

Aqui em nossa escola de Coaching em Resiliência, nós aliamos a metodologia do Coaching com o desenvolvimento da resiliência.

Os nossos alunos saem da formação preparados para atuar no mercado focando especificamente no desenvolvimento da resiliência, assim podemos dizer que eles tem um nicho de mercado.

E para que é importante ter esse nicho? Porque dessa forma você terá um diferencial no mercado, irá trabalhar com pessoas específicas, que buscam o seu serviço por você ser um especialista em determinado tema.

Então, você irá ter grande vantagem. Claro que não depende apenas do nicho específico, há diversos outros fatores que influem em você ser reconhecido, mas ter um formação que traz uma especialização em determinado tema já é um passo a frente.

Dica final

Não se deixe levar apenas por vídeos grandiosos de escolas de Coaching que você encontra no Youtube ou Facebook ou em vídeos de depoimentos. Se esses forem os seus únicos requisitos para escolher uma formação, provavelmente você irá vivenciar uma dessas maiores reclamações sobre as formações do Coaching Profissional.

Se você realmente deseja atuar como um profissional do Coaching aplicando essa metodologia em seus clientes, pesquisa à fundo sobre as escolas, a certificação, o(a) treinador(a), busque referências e converse com ex-alunos.

Se você fizer todos esses passos, você irá aumentar consideravelmente as chances de ter uma formação que satisfaça.

E você, fez ou pretende fazer esse tipo de pesquisa ao escolher a sua formação em Coaching? Conte pra gente como tem sido a sua experiência.

Essas são as principais reclamações que tenho encontrado quando falamos sobre formações em Coaching Profissional. Utilize-as para conseguir escolher a sua melhor formação em Coaching e não cair em uma cilada ou ficar insatisfeito com a sua escolha ao final da certificação.

Se você quiser conhecer um pouco mais sobre a nossa formação em Coaching em Resiliência, assista gratuitamente a série “Descomplicando o Coaching em Resiliência”, um material para você que precisa entender como funciona um processo de Coaching e quais são as principais habilidades que necessitam ser desenvolvidas durante esse processo.

E, se quiser conhecer melhor a nossa formação em Coaching, preencha o nosso formulário que a nossa equipe entrará em contato com você. Será um grande prazer batermos um papo!

fale_consultor

DESEJA SABER MAIS SOBRE O COACHING EM RESILIÊNCIA?

Entramos em contato com você!

Sobre quem escreveu esse artigo
Coach em Resiliência – Pessoal & Profissional e Coordenadora de Marketing na Sociedade Brasileira de Resiliência. Apaixonada pelo tema da resiliência e pela comunicação entre marcas e pessoas!
2018-04-08T15:28:17+00:00

Deixe um comentario